Posts com Tag ‘brasileiro’

É, 2010 está chegando ao fim e junto com ele ficarão as lembranças de um ano memorável, perfeito em vários sentidos, um ano que eu pude dizer que VALEU A PENA. Um ano de realizações, de conquistas, de boas descobertas e de grandes surpresas. Um ano movido pelo destino, que o tratou de forma primorosa. Um ano de conquistas no meio acadêmico, com diversas apresentações de trabalhos, com participação em organização de diversos eventos e com participação em grandes congressos a níveis estaduais e nacionais. Um ano espetacular também no movimento castorístico, sendo eleito Presidente do Clube de Castores de Guaçuí, tendo a honra de cumprir pelo segundo mandato o cargo de Presidente Regional do LC-11 e sendo nomeado pela Presidente da Associação Nacional de Clube de Castores (ANCC) como Assessor nacional de Convenções, mas nada foi tão gratificante nesse ano dentro do movimento castorístico como a oportunidade de ser Organizador Geral da XXXIX Convenção Nacional de Clube de Castores que ocorreu na cidade de Guaçuí-ES, foi um momento único que reuniu jovens castores de diversas regiões do país. Conhecer as novas culturas e conquistar as amizades que conquistei naquele momento não tem preço.

2010 foi um ano de viagens, pude conhecer lugares novos, matar a saudade de outros, mudar de cidade, foi um ano de estrada. Visitei várias cidades do ES e ainda passei pelos estados de MG, RJ e SP. Pude matar a saudade da querida Espera Feliz em Minas Gerais, berço de minha família, terra em que meu pai nasceu. Pude conferir um jogo do atual campeão brasileiro Fluminense ainda no campeonato carioca, conheci Campos-RJ e a cidade imperial de Petrópolis que respira a Europa, pois não parece estar no Brasil, cidade em que pude conferir um inesquecível show das ‘Meninas Cantores de Petrópolis’. Fui ao Rio, na Ilha do Governador, para a Instalação de Gabinete do LC-01 e LC-11. E claro, fui a Sampa, cheguei a Ribeirão Preto, a melhor viagem de minha vida, o Texas do Brasil está lá. E em Ribeirão tive grandes momentos, fomos a Chopperia Pingüim, ficamos em um belíssimo hotel, tomamos café com o Dedé Santana, fomos a Cachaçaria Água Doce, ao Theatro Pedro II conferir a Orquestra Filarmônica de Ribeirão Preto e aproveitamos ao máximo o XXIV Congresso Brasileiro de Anatomia, e isso claro muito bem acompanhado de meus amigos monitores, do saudoso Professor Luciano e da galera incrível de Goiás. São momentos inesquecíveis e inapagáveis.

2010 foi um ano de mudanças, sai de casa em Guaçuí e fui morar em Cachoeiro de Itapemirim a terra do Rei Roberto Carlos. Uma mudança fundamental e acertada. Além da aparente independência encontrei lá o povo mais louco que esse planeta conhece, e em apenas seis meses na República Billi House já tenho muitas histórias pra contar. E podem ter certeza que uma casa com Billi Jean (Dennys), Trupizupe (Luan), Aguimô (Mateus) e Chico Xavier (eu) é tudo, menos uma república normal.

2010 foi um ano em que conheci incríveis pessoas como o maravilhoso povo do nordeste, vindos lá de Pernambuco das cidades de Ouricuri, Araripina e Petrolina. Povo este que me deu a honra de suas presenças durante a Convenção Nacional dos Castores em Guaçuí-ES, povo este que viajou quase 30 horas para resgatar o movimento, povo este que pra mim é como irmãos, uma família. Conheci também o incrível povo carioca que também veio na Nacional e que nos recebeu tão bem quando eu fui à cidade maravilhosa, um povo de fibra, um povo forte, na qual tenho grande saudade. Os calouros, como foi bom poder conhecê-los e importuná-los, e espero que essa amizade continue mesmo depois das monitorias, já que eles não terão mais anatomia, espero sinceramente que o sucesso seja o futuro de cada um.

Mas eu não poderia terminar esse texto sem falar desse povo que mudou a minha vida lá em Ribeirão Preto. Como falar de 2010 sem falar de Goiás? Como falar de 2010 sem lembrar o povo goiano? Povo este que me encantou  naquele sábado, dia 09 de outubro de 2010. Não tem como lembrar desse ano sem lembrar desse povo, não tem como não lembrar de Goiás.

Santo pingüim gigante que fez com que nos conhecêssemos, bendito seja aquele Pinguim. Cada momento que vivi em Ribeirão junto a vocês, no Cinema D, na cachaçaria, no Theatro, no Centro de Convenções, cada momento foi único e inesquecível. Saibam que Goiás deixou sua marca em mim (e não foi só a marca de gelo causada pela Istela), uma marca de carinho, uma marca de saudade, uma marca de amor. Como eu tenho saudades das gurias goianas, como eu tenho saudades da Juh, da Gabi, da Vanessa, da Daianne, da Istela e principalmente da Fabiana, ou Fabi, ou simplesmente Sandy que é como eu  a chamei durante todos aqueles dias (e ainda chamo, e não apenas eu). Aquela viagem me ressuscitou e grande parte desse feito eu devo a vocês, devo ao belíssimo povo de Goiás. E hoje se eu estou feliz, é por conta disso, afinal hoje eu tenho a Sandy, tenho tudo que eu preciso. E hoje tenho certeza que tudo aquilo que vivi junto a esse povo goiano foi o melhor que me ocorreu nesse ano de 2010, foi o melhor que me ocorreu nessa vida. E nesse ano que foi  nota 10 tive como o melhor dia de minha vida nada menos do que o inesquecível dia 10 de outubro de 2010 ou simplesmente 10/10/10. Um dia que que supera a numerologia, que tem um significado todo especial, um dia incrível, que valeu a pena, que continua valendo e sempre vai valer, um dia nota 10.

Agora olhando para trás e vendo tudo que me aconteceu eu só tenho a dizer uma coisa: obrigado! Muito obrigado a todos que de alguma forma estiveram comigo neste ano que passou, obrigado a todos por me ajudarem quando precisei, por se calarem quando o silêncio era o melhor remédio, por me fazerem rir, por me fazer chorar, por me dar conselhos mesmo que eu não os seguisse, muito obrigado mesmo. Agradeço profundamente a cada um que, de alguma maneira, me ajudou a ter feito de 2010 um ano que deixará saudades, ou simplesmente, O MELHOR ANO DA MINHA VIDA!

Que venha 2011, e que ele seja melhor que 2010 e pior que 2012. E que todos nós possamos comemorar ainda mais no próximo dezembro e que até lá eu já possa dizer que eu sou um FISIOTERAPÊUTA.

Um próspero e feliz ano novo a todos nós 😀

Anúncios

 

Nos dias 09, 10, 11, 12 e 13 de outubro Ribeirão Preto-SP foi a capital brasileira da anatomia humana sediando o XXIV Congresso Brasileiro de Anatomia, evento este que ocorreu no Centro de Convenções de Ribeirão Preto.

E que evento, foi uma viagem inesquecível e de ótimas lembranças. Logo no 1º dia após a belíssima cerimônia de abertura, regada a grandes homenagens, ocorreu um coquitel onde foi servido o tradicional ‘Chopp do Pinguim’ totalmente de graça. Foi durante o coquitel que também conhecemos algumas alunas do curso de Biologia da Universidade Federal de Goiás – Campus Jataí, ninguém imaginaria que o afeto entre o nosso grupo capixaba e o povo goiano seria tão espontâneo, tão rápido e tão forte.

No 2º dia ocorreu o início dos minicursos, na qual o pagamento era a parte. Tive a oportunidade de cursar dois, um de “eletromiografia” e um de “anatomia topográfica do sistema venoso dos membros inferiores”, dois minicursos incríveis que me estimularam a seguir no caminho da pesquisa e do conhecimento, focando cada vez mais o meu futuro.

Ainda no 2º dia tivemos a oportunidade de conhecer a Chopperia “Pinguim”, afinal vir a Ribeirão e não ir ao Pinguim não é vir a Ribeirão, é passar por ele. E pude também tomar o melhor Chopp que já provei, o ‘Chopp Ferrugem’, com o Chopp Claro queimado com a espuma do Chopp Escuro. Ainda nesse dia teve a festa “Anatomia Sertaneja” no Cinema D, uma incrível casa de shows e boite que existe em Ribeirão Preto. Lá tive a alegria de reencontrar as meninas de Goiás, companhia essa que teria durante toda festa.

No 3º dia o destaque ficou por conta da primeira exposição de pôster onde as goianas Ju, Gabi, Istela e Daine apresentaram seus trabalhos. Enquanto isso eu ficava junto a Fabi apreciando a apresentação das meninas. Já a noite foi marcada por música clássica no Theatro Pedro II onde tivemos o prazer de assistir a um concerto da Orquestra Filarmônica de Ribeirão Preto, uma das mais tradicionais do Brasil.

O 4º dia foi marcado pelo final dos minicursos, pelas incríveis palestras sobre o ensino da anatomia e também pela ida do povo capixaba e da inseparável galera goiana à cachaçaria “Água Doce”, um local incrível, com música ao vivo, perfeito para os apreciadores de uma boa cachaça. Lá a noite foi em clima de festa, com uma boa música de fundo, muitos risos, muitas histórias, o com o começo de um clima de despedida. Assim terminou nossa última noite em Ribeirão Preto.

O 5º dia foi marcado pelas últimas mesas redondas do evento e pela emocionante despedida nossa da galera de Goiás. Galera essa que deixará saudades, que deixará marcas que se arrastarão por toda a vida, que deixará o desejo de um dia viver tudo isso denovo, seja lá em Ribeirão ou em algum outro lugar. O que importa é que esse povo entrou na minha história, e escreveu o nome de cada uma delas a caneta no meu livro da vida. O que importa é que pela primeira vez eu tive vontade de sair do Espírito Santo, de andar por esse meu Brasil, pegar a estrada, riscar o céu, sair correndo por ai. O que importa é que hoje o Brasil pra mim tem mais sentido e tem outro sotaque. Que saudades de Ribeirão, que saudades do povo de Goiás, saudades da fala puxando o ‘r’, da vontade de morder, que saudades.

As saudades ficam, cada fato que aconteceu em Ribeirão foi especial, cada momento foi vivido de forma intensa e proveitosa. E assim no dia 13 de outubro de 2010 eu pego o vôo rumo a São Paulo, e depois rumo a Vitória, e logo a noite já estava na minha terra chamada Guaçuí, já lembrando da melhor viagem da minha vida e já pensando o que fazer para o próximo congresso. Que venha o povo de Goiás, que venha todo o Brasil, que venha, então vamos, porque um dia a gente ainda se esbarra por ai.

Vejam algumas fotos do evento abaixo:

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Parece paródia de programa de TV mas não é (até porque agora estão com a palhaçada de proibir isso). Nessas Eleições vários famosos estão tentando seu lugar ao sol por meio da política se candidatando aos mais variados cargos. Desde Tiririca até Tati Quebra Barraco, é uma lista numerosa de celebridades que querem seguir os passos de Clodovil e Frank Aguiar. A grande Revelação até o momento, em minha opinião, é o Tiririca que chegou a dizer em seu programa que não sabe o que um deputado federal faz, mesmo esse sendo o cargo ao qual concorre, pelo menos ele foi sincero (coisa rara na política). Outros nomes também aparecem nas propagandas eleitorais gratuitas, tais como Batoré, Kiko do KLB, Leandro do KLB, Reginaldo Rossi, Netinho de Paula, Mulher Pêra, Tati Quebra Barraco, Marcelinho Carioca, Romário e Ronaldo Espér. Enfim, a cada ano que passa o programa eleitoral está parecendo cada vez mais um programa de humor em potencial. Confira abaixo o vídeo de alguns famosos que planejam conquistar o seu voto:

E abaixo confira todos os programas eleitorais desse que pra mim é a revelação eleitoral (e humorística) até agora:

E você duvida que esses daí tem chances de ganhar? Espere e veja

Como estão caros leitores deste solitário blog? Entrando no youtube hoje pela manhã me deparei com um vídeo em destaque que me chamou a atenção. Nele dizia “RIO 3D – Trailer“, cliquei e me deparei com um trailer, em lingua inglesa, de um filme que tem como cenário e título a cidade do Rio de Janeiro, mas o que mais me imprecionou foi o fato dos criadores do filme serem os mesmos de “A Era do Gelo”, um grande sucesso do cinema mundial. O filme só estréia em 2011 mas já está chamando a atenção do mundo, e como se não fosse o bastante a animação estará disponível em tecnologia 3D. Os criadores estão apostando alto na nova animação que tem aves da fauna brasileira como principais personagens.

Pelo visto o Brasil está mesmo em moda no mundo, depois de ganhar destaque nos Jogos Panamericanos Rio 2007, de conquistar o feito de sediar a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, o Brasil agora ganha destaque no cinema e na TV mundial. Depois do filme 2012, Lua Nova e a série de TV americana “V” (que tem também como protagonista uma brasileira), o Rio e o Brasil ganham destaque em uma produção americana como tema e cenário principal. Este fato me lembra muito a animação da Disney em que Zé Carioca mostra o Brasil ao Pato Donald, e a Carmem Miranda que levou nossa cultura para outros países.

O que nos resta agora é esperar abril de 2011, mês previsto para a estréia, e conferir se a animação “Rio” será um sucesso, eu aposto que sim. Quem sabe um filme baseado em nosso país consiga ganhar o oscar de melhor animação, não custa nada sonhar.

Confira abaixo o trailer do filme “Rio”, em inglês:

Cidade Maravilhosa, cheia de encantos mil. 😀

O povo brasileiro adora reclamar de políticos certo? Até ai tudo bem, pois o papel da sociedade é realmente cobrar o Estado para que este represente a população e lhes tragam melhorias de qualidade de vida. Mas é dever da sociedade respeitar as leis, respeitar o próximo e respeitar a limitação de cada um, coisa rara nos dias atuais. Muitos reclamam dos políticos como Arruda, José Dirceu, Kassab, Sarney, Collor, Palocci, dentre outros, mas a maioria da população mesmo não respeita seu próximo. Vai reclamar de que então?

Veja como o brasileiro é:

1. Saqueia cargas de veículos acidentados nas estradas.

2. Estaciona nas calçadas, muitas vezes debaixo de placas proibitivas.

3. Suborna ou tenta subornar quando é pego cometendo infração.

4. Troca voto por qualquer coisa: areia, cimento, tijolo, dentadura.

5. Fala no celular enquanto dirige.

6. Trafega pela direita nos acostamentos num congestionamento.

7. Para em filas duplas, triplas em frente às escolas.

8. Viola a lei do silêncio.

9. Dirige após consumir bebida alcoólica.

10. Fura filas nos bancos, utilizando-se das mais esfarrapadas desculpas.

11. Espalha mesas, churrasqueira nas calçadas.

12. Pega atestados médicos sem estar doente, só para faltar ao trabalho.

13. Faz  ” gato ” de luz, de água e de tv a cabo.

14. Registra imóveis no cartório num valor abaixo do comprado, muitas vezes irrisórios, só para pagar menos impostos.

15. Compra recibo para abater na declaração do imposto de renda para pagar menos imposto.

16. Muda a cor da pele para ingressar na universidade através do sistema de cotas.

17. Quando viaja a serviço pela empresa, se o almoço custou 10 pede nota fiscal de 20.

18. Comercializa objetos doados nessas campanhas de catástrofes.

19. Estaciona em vagas exclusivas para deficientes.

20. Adultera o velocímetro do carro para vendê-lo como se fosse pouco rodado.

21. Compra produtos pirata com a plena consciência de que são pirata.

22. Substitui o catalisador do carro por um que só tem a casca.

23. Diminui a idade do filho para que este passe por baixo da roleta do ônibus, sem pagar passagem.

24. Emplaca o carro fora do seu domicílio para pagar menos IPVA.

25. Freqüenta os caça-níqueis e faz uma fezinha no jogo de bicho.

26. Leva das empresas onde trabalha, pequenos objetos como clipes, envelopes, canetas, lápis…
como se isso não fosse roubo.

27. Comercializa os vales-transporte e vales-refeição que recebe das empresas onde trabalha.

28. Falsifica tudo, tudo mesmo… só não falsifica aquilo que ainda não foi inventado.

29. Quando volta do exterior, nunca diz a verdade quando o fiscal aduaneiro pergunta o que traz na bagagem.

30. Quando encontra algum objeto perdido, na maioria das vezes não devolve.

O pior é que essa é a pura realidade. Creio que antes de reclamarmos de nossos governantes (que nós mesmos elegemos) devemos olhar para nós mesmos e ver se estamos respeitando o próximo. Como alguém pode querer respeito se este mesmo não respeita? Como alguém pode cobrar melhorias se este mesmo ajuda a piorar determinada situação?
.
Não estou dizendo para não cobramos os políticos, isso é um dever da sociedade, mas é hora de cobrarmos nós mesmos, perceber os erros e tentar evitá-los ao máximo. Se a mudança começar por nós o Brasil se tornará um outro país, afinal os Políticos que estão no poder vieram desse povo sem respeito, sem limites e sem conscientização.
.
A mudança vem da gente, e com o tempo cobre o país assim como uma gripe. Só que neste caso a vacina não será necessária, afinal uma epidemia de educação e respeito é sempre válida em qualquer lugar do mundo.
.
Que tal começar a mudar agora?
.
Tente, vale a pena.
.
Sugestão de Luciana Machado por e-mail
Sugestão de Luciana Machado por e-mail

E ae galera, como estão? tem tempo que não coloco um Flash Back por aqui, e é exatamente por isso que hoje resolvi relembrar outro sucesso das décadas passadas que sempre estão vivas em nossa memória.

Hoje relembro a música “Pra não dizer que não falei das flores” de Geraldo Vandré, escrita no período ditatorial do Brasil. Essa música foi considerada um marco e um símbolo da luta pela liberdade sendo citada como um hino da resistência ao regime militar. Geraldo Vandré era um grande sucesso, autor de outras grandes canções como “Disparada” e “Aroeira”, suas músicas sempre retratavam a vida sofrida do povo e o desejo de liberdade implantado na alma de cada brasileiro. Geraldo Vandré abandonou a vida pública e vive atualmente  afastado do mundo artístico.

Recentemente a música “Pra não dizer que não falei das flores” foi utilizada como tema da campanha do PROUNI pelo Governo Federal, inclusive no ano de 2007 na qual eu fui selecionado. Portanto, essa música marca também uma parte importante da minha vida, a oportunidade encontrada de construir o futuro com minhas próprias mãos.

Confiram o vídeo da música abaixo na voz de Zé Ramalho:

“Quem sabe faz a hora, não espera acontecer”

Você já imaginou o Jornal Nacional apresentado por Silvio Santos e Hebe Camargo? pois bem, o eramos6.com.br pensou.

E na proximidade do aniversário da dama da TV brasileira vale a pena conferir esta incrível charge feito pelo povo do eramos6. Que a Hebe possa continuar por muitos anos nos cativando e servindo de inspiração para outras sátiras que virão por ai. Nós a amamos Hebe, gracinha (risos).

Confira o Vídeo abaixo.

Gracinha


O belíssimo Hino do Estado do Espírito Santo cantada de uma forma um pouco diferente da original. É cantando este hino, adimirando estas belezas e desfrutando desta cultura que eu me orgulho em dizer: “Sou do Espírito Santo“.