Posts com Tag ‘respeito’

Olá caros leitores, recebi este e-mail no dia de ontem e hoje os repasso a vocês por meio do meu blog. Trata-se de uma resposta enviada por um Fisioterapeuta referente ao Projeto de Lei do ATO MÉDICO que está em discussão no Congresso Federal. Por favor leiam e vejam a realidade de hoje e o que se tornará caso este PL seja aprovado. Leiam e reflitam:

Resposta de um fisioterapeuta ao ATO MÉDICO!

“Caros senhores favoráveis ao Ato Médico,

Se o grande problema é “prescrever”, por favor, preciso que me prescrevam um tratamento fisioterapêutico para um paciente de 45 anos com uma tendinopatia crônica do tendão do músculo supra-espinhoso, apresentando calcificação no tendão. Ele apresenta história ocupacional de trabalho com elevação dos membros superiores acima do nível da cabeça (é vendedor de loja de roupas).
Como é ex-jogador de voleibol, desenvolveu lesão do nervo supra-escapular, que culminou numa atrofia do músculo infra-espinhoso. Devido a distúrbios hormonais, desenvolveu osteoporose. Na avaliação, apresentou restrição da
mobilidade da cápsula posterior do ombro, fraqueza dos músculos rotadores internos do úmero (grau 3), além de fraqueza de serrátil anterior e trapézio
fibras inferiores (graus 4 para os dois músculos). A articulação esterno-clavicular também tem sua mobilidade diminuída.
O que devo fazer, Dr.? Como posso fazer para restaurar a mobilidade da articulação? O que é mais indicado: mobilização articular ou alongamento? No caso de ser mobilização, que grau devo utilizar? No caso de ser alongamento, é preferível o alongamento ser estático ou balístico? Ou seria melhor utilizar de contração-relaxamento? Qual o tempo adequado de manutenção do alongamento? Ou será que é tudo contra-inidcado, devido à osteoporose?
Com relação ao fortalecimento dos rotadores internos do úmero, qual
exercício seria mais indicado para fortalecer o músculo sub-escapular,
importante na estabilização dinâmica da articulação gleno-umeral? Devo usar thera-band, halteres, resistência manual ou simplesmente realizar exercícios
ativos livres?
Com relação ao serrátil anterior qual exercício seria mais indicado?
Push-ups? Protração resistida? Exercícios ativos apenas, simulando
atividades funcionais e procurando evitar movimentos escapulares anormais?
Tudo isso? Nada disso? E se ele utilizar de compensações para a realização dos exercícios, como devo proceder?
Com relação ao trapézio inferior, é melhor fazer o exercício contra ou a
favor da gravidade? Devo ou não utilizar de movimentos ativo-assistidos?
Qual o melhor exercício? Existe tal exercício?
No caso da restrição da articulação esterno-clavicular, é necessário
corrigir essa alteração de mobilidade? Se for, é possível corrigí-la? Como proceder. Tem contra-indicações ou precauções?
Não podemos esquecer de tratar também o tecido lesado (tendão do
supra-espinhoso). Ele apresenta dor moderada ao elevar o membro superior D acima de 90 graus, que diminui a praticamente zero ao abaixar o braço. É necessára analgesia? Se for, que forma TENS? Qual a modulação (frequência,
comprimento de onda, duração e intensidade)? Ou será que crioterapia é melhor? Em qual forma de aplicação? Por quanto tempo? Ou será que nenhuma
analgesia é necessária?
O que posso fazer para estimular o reparo do tendão? US (quantos MHz?
Quantos W/cm2? por quanto tempo? Onde aplicar?), Laser (qual a intensidade? duração? tem contra-indicações?), exercícios (excêntricos, concêntricos,
isométricos, resisitidos, livres? quantas séries e repetições? Qual o
intervalo entre séries? Quantos RM? Devo fazer todos os dias ou não? É contra-indicado exercício?). Como posso fazer um exercício para
supra-espinhoso?

Por favor, repassem essa mensagem com urgência para todos os médicos com competência para me ajudar, pois estou com o paciente afastado do trabalho
por invalidez e continuo aguardando a “prescrição médica da fisioterapia”, já que sem a “prescrição médica”, segundo o ato médico, não posso fazer nada
e nós todos os brasileiros, inclusive os médicos estamos pagando para ele não trabalhar. Não deixemos esse afastamento virar aposentadoria!

Concluindo: Sim ao ato médico, desde que os médicos estudem na faculdade todo o conteúdo que outras 13 profissões da área de saúde têm em seu currículo.

M.T.S.A
FISIOTERAPEUTA.

Será que algum Médico poderia responder as perguntas acima? Acho que não preciso falar mais nada, a mensagem acima fala por si só. Essa é a realidade do Ato Médico, um ATO que nos ATA.

ACESSE http://www.atomediconao.com.br/

 

PS.: não sou contra os médicos, sou contra o PL do Ato Médico da forma como está sendo apresentada. Sou a favor da regulamentação da profissão médica desde que esta respeite as outras profissões.

 

Anúncios

O povo brasileiro adora reclamar de políticos certo? Até ai tudo bem, pois o papel da sociedade é realmente cobrar o Estado para que este represente a população e lhes tragam melhorias de qualidade de vida. Mas é dever da sociedade respeitar as leis, respeitar o próximo e respeitar a limitação de cada um, coisa rara nos dias atuais. Muitos reclamam dos políticos como Arruda, José Dirceu, Kassab, Sarney, Collor, Palocci, dentre outros, mas a maioria da população mesmo não respeita seu próximo. Vai reclamar de que então?

Veja como o brasileiro é:

1. Saqueia cargas de veículos acidentados nas estradas.

2. Estaciona nas calçadas, muitas vezes debaixo de placas proibitivas.

3. Suborna ou tenta subornar quando é pego cometendo infração.

4. Troca voto por qualquer coisa: areia, cimento, tijolo, dentadura.

5. Fala no celular enquanto dirige.

6. Trafega pela direita nos acostamentos num congestionamento.

7. Para em filas duplas, triplas em frente às escolas.

8. Viola a lei do silêncio.

9. Dirige após consumir bebida alcoólica.

10. Fura filas nos bancos, utilizando-se das mais esfarrapadas desculpas.

11. Espalha mesas, churrasqueira nas calçadas.

12. Pega atestados médicos sem estar doente, só para faltar ao trabalho.

13. Faz  ” gato ” de luz, de água e de tv a cabo.

14. Registra imóveis no cartório num valor abaixo do comprado, muitas vezes irrisórios, só para pagar menos impostos.

15. Compra recibo para abater na declaração do imposto de renda para pagar menos imposto.

16. Muda a cor da pele para ingressar na universidade através do sistema de cotas.

17. Quando viaja a serviço pela empresa, se o almoço custou 10 pede nota fiscal de 20.

18. Comercializa objetos doados nessas campanhas de catástrofes.

19. Estaciona em vagas exclusivas para deficientes.

20. Adultera o velocímetro do carro para vendê-lo como se fosse pouco rodado.

21. Compra produtos pirata com a plena consciência de que são pirata.

22. Substitui o catalisador do carro por um que só tem a casca.

23. Diminui a idade do filho para que este passe por baixo da roleta do ônibus, sem pagar passagem.

24. Emplaca o carro fora do seu domicílio para pagar menos IPVA.

25. Freqüenta os caça-níqueis e faz uma fezinha no jogo de bicho.

26. Leva das empresas onde trabalha, pequenos objetos como clipes, envelopes, canetas, lápis…
como se isso não fosse roubo.

27. Comercializa os vales-transporte e vales-refeição que recebe das empresas onde trabalha.

28. Falsifica tudo, tudo mesmo… só não falsifica aquilo que ainda não foi inventado.

29. Quando volta do exterior, nunca diz a verdade quando o fiscal aduaneiro pergunta o que traz na bagagem.

30. Quando encontra algum objeto perdido, na maioria das vezes não devolve.

O pior é que essa é a pura realidade. Creio que antes de reclamarmos de nossos governantes (que nós mesmos elegemos) devemos olhar para nós mesmos e ver se estamos respeitando o próximo. Como alguém pode querer respeito se este mesmo não respeita? Como alguém pode cobrar melhorias se este mesmo ajuda a piorar determinada situação?
.
Não estou dizendo para não cobramos os políticos, isso é um dever da sociedade, mas é hora de cobrarmos nós mesmos, perceber os erros e tentar evitá-los ao máximo. Se a mudança começar por nós o Brasil se tornará um outro país, afinal os Políticos que estão no poder vieram desse povo sem respeito, sem limites e sem conscientização.
.
A mudança vem da gente, e com o tempo cobre o país assim como uma gripe. Só que neste caso a vacina não será necessária, afinal uma epidemia de educação e respeito é sempre válida em qualquer lugar do mundo.
.
Que tal começar a mudar agora?
.
Tente, vale a pena.
.
Sugestão de Luciana Machado por e-mail
Sugestão de Luciana Machado por e-mail

CLUBE DE CASTORES – 46 ANOS


Em 15 de outubro de 1963, o Prof. José Gilberto Ribeiro Ratto, Diretor da Escola Stafford e Leão do Lions Clube São Paulo – Jardim Paulista fundava o primeiro movimento jovens de serviço do Brasil.
O que começou como uma espécie de gincana, desafiou a juventude a praticar a solidariedade em diversos tipos de serviços humanitários. Entusiasmados com o sucesso da campanha, e para que não houvesse o risco de morrer tão belo ideal, de forma organizada, formaram  uma grande família de jovens trabalhando para a comunidade. Família da qual fazemos parte e nos orgulhamos tanto.
Papai Ratto, com certeza ainda contemplas seu legado de onde estás. Obrigado por ter nos ensinar o prazer de Servir e ser Companheiro.

Parabéns ao Movimento Castorístico pelos seus 46 anos. Que o espírito do bem servir ao próximo continue vivo em nossos corações e que inúmeros outros jovens também conheçam a alegria e o amor que é fazer parte desta família.

Fonte: http://www.clubedecastores.org